Cemig investe na melhoria do sistema elétrica de Caratinga

Obras vão aumentar a confiabilidade da rede de distribuição do município

O município de Caratinga, em Minas Gerais, vai receber em 2017 cerca de R$ 2 milhões em investimentos no reforço do sistema elétrico. De acordo com a Cemig, as obras incluem a instalação de aproximadamente 20 religadores telecontrolados e de rede protegida, que vão aumentar a capacidade do sistema e melhorar a qualidade do fornecimento.

De acordo com o líder de negócio da Cemig, Riwardeny Nunes Talin, os religadores telecontrolados são dispositivos que, ao detectarem alguma falha no circuito, restabelecem o fornecimento de energia automaticamente, sem a necessidade de atendimento presencial de uma equipe de eletricistas. "Esses equipamentos facilitam o religamento dos clientes quando há falta de energia, diminuindo o tempo da interrupção", acrescenta Riwardeny.

A substituição de cabos convencionais por cabos protegidos ou por cabos de maior capacidade, além de aumentar a confiabilidade e a continuidade do fornecimento de energia elétrica, possibilita que o circuito receba novas cargas. Riwardeny explica que os cabos protegidos também melhoram a interação e a convivência com a arborização urbana e reduzem a poluição visual.

O líder de negócio lembra que a Cemgi concluiu, no fim de 2016, a ampliação da Subestação Caratinga, com investimento de aproximadamente R$ 13 milhões. "Nesse projeto, a empresa dobrou a potência instalada da subestação, aumentando a disponibilidade de energia para cerca de 135 mil habitantes".