PLD sobe 6% nos submercados SE/CO, Sul e Norte

Previsão de carga para a primeira semana de março fica 2.000 MW médios abaixo do projetado na semana passada

O Preço de Liquidação das Diferenças para a primeira semana do mês, de 27 de fevereiro a 4 de março, apresentou alta de 6% em média nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte, fechando em R$ 32,16/MWh, um pouco acima do preço mínimo (R$ 30,25/MWh). Já o preço no Nordeste registrou queda de 8%, passando de R$ 243,41/MWh para R$ 223,17/MWh. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira, 29 de fevereiro, pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica.
 
Segundo a CCEE, as afluências verificadas no sistema em fevereiro ficaram em 89% da Média de Longo Termo, permanecendo acima da média apenas no Sul (155% da MLT), beneficiada pelo fenômeno El Niño. As demais ENAs fecharam o mês em 88% no Nordeste, 85% no Sudeste e 73% no Norte. Para março são esperadas afluências em 91% da MLT, permanecendo acima da média no Sul (129%) e no Sudeste (103%). No Norte são projetadas 72% da média e no Nordeste em 40%.
 
A CCEE informa que o submercado Nordeste permanece recebedor de energia dos demais submercados no limite de sua capacidade de recebimento, assim, o preço deste submercado fica diferente dos demais. Os limites de intercâmbio entre Sudeste e Sul; Sudeste e Norte, por sua vez, não são atingidos, equalizando os preços nesses submercados.
 
Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram, aproximadamente, 2.600 MW médios acima do esperado, elevação observada principalmente no Sudeste (+2.440 MWmédios). Nos demais submercados, houve aumento de 100 MWmédios no Norte, 50 MWmédios no Nordeste e 40 MWmédios no Sul.
 
A previsão de carga de energia para a primeira semana do mês no SIN ficou em 2.000 MW médios mais baixa do que o projetado na semana passada, impactado principalmente pelo Sudeste (-1.130 MW médios). A carga dos demais submercados também caiu nas projeções, sendo 480 MW médios a menos no Sul, 120 MW médios no Norte e 280 MW médios no Nordeste.
 
O fator de ajuste do MRE esperado para fevereiro foi estimado em 90,5%. A expectativa é que este fator continue melhorando, alcançando 97,7% em março. Já o Encargo de Serviços do Sistema – ESS estimado para fevereiro é de R$ 579 milhões, sendo R$ 464 milhões referente à segurança energética. O ESS previsto para março é de R$ 382 milhões, pois já considera apenas o despacho térmico das usinas com custo máximo de R$ 250/MWh, sendo R$ 355 milhões de segurança energética.
 
PLD
 
Sudeste/ Centro-Oeste: R$ 33,25/ MWh (pesada); R$ 33,25/ MWh (média); R$ 33,25/MWh (leve)
 
Sul: R$ 33,25/ MWh (pesada); R$ 33,25/ MWh (média); R$ 33,25/MWh (leve)
 
Nordeste
: R$ 223,27/MWh (pesada); R$ 223,27/MWh (média); R$ 223,27/MWh (leve)
 
Norte: R$ 33,25/ MWh (pesada); R$ 33,25/ MWh (média); R$ 33,25/MWh (leve)

Para checar a evolução do PLD e gerar gráficos com múltiplos parâmetros acesse o Monitor Energia disponível para assinantes do CanalEnergia Corporativo.