Aneel suspende recontabilização da matriz incentivada

Romeu Rufino concedeu efeito suspensivo ao pedido de impugnação apresentado por quatro comercializadoras

A Agência Nacional de Energia Elétrica suspendeu a recontabilização da matriz de comercialização de energia elétrica incentivada relativa a operações de compra e venda de energia elétrica. O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, concedeu efeito suspensivo ao pedido de impugnação apresentado pelas empresas Clime Trading Comercializadora de Energia, Nova Energia Trading, BTG Pactual Comercializadora de Energia e Comerc Power Trading relativo a decisão da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica de proceder com a recontabilização.

A recontabilização aconteceria porque a CCEE identificou operações supostamente anormais no registro de volumes de energia com desconto de 100% no fio. Os agentes entraram com pedidos de reconsideração na própria CCEE, que foram negados. De acordo com a Câmara, a decisão foi mantida porque os argumentos apresentados pelos agentes "não ensejaram reconsideração da decisão tomada pelo Conselho de Administração". As comercializadoras alegam que não há erro nas operações e que elas são benéficas para o mercado e para o consumidor de energia. O tema ainda será debatido pela diretoria da Aneel.