Telecom abre porta para entrada da Tecsys no setor elétrico

Empresa de tecnologia tem planos ambiciosos, projeta atender a 36 grandes distribuidoras até o final de 2017

A sonoridade do nome é conhecida do setor elétrico, contudo, a grafia e principalmente a área de atuação, são diferentes. A brasileira Tecsys, empresa localizada em São José dos Campos, tem 15 anos de vida sendo que desses, foram 10 anos dedicados ao segmento de telecomunicações com o avanço da TV Digital no país. Como o ritmo da demanda por equipamentos para esse tipo de transmissão evolui a passos lentos, a companhia decidiu corrigir o rumo de seus negócios. Há um ano colocou no mercado um conjunto de sensores para monitoramento de redes de distribuição de média tensão até 34,5 kV. Segundo as expectativas da empresa já nesse ano o equipamento poderá representar 50% da receita da companhia diante do grande potencial que o mercado apresenta.

Um dos motivos que vem tirando a atratividade do ramo original de negócios é o avanço da TV via internet. Por sua vez o avanço do uso de tecnologia e a necessidade de transmissão de dados da rede com as ferramentas de smart grid abriu uma nova oportunidade. Hoje a empresa conta com um produto composto por três sensores e uma caixa de transmissão de dados que são incorporados à rede das distribuidoras. O desenvolvimento desse sistema começou há seis anos por meio de um projeto de P&D da Aneel desenvolvido junto à Coelba e ao Lactec.
A concessionária bahiana já utiliza o sistema há dois anos e desde o ano passado a Tecsys vem apresentando esse produto ao mercado, tanto que já possui sensores em três distribuidoras e ainda mantém conversas com outras cinco. A meta da empresa que no ano passado foi atingida em 70% do que estava planejado é de encerrar 2016 com até 16 distribuidoras em sua carteira de clientes.
A maior parte delas, conta o diretor de novos negócios da companhia, Hugo Moura, próximas ao Sudeste. “Essa é uma expectativa realista”, resumiu ele. “O potencial do mercado é grande o equipamento pode ser utilizado para monitorar a rede de distribuição em qualquer local que a concessionária desejar, como por exemplo na derivação de um grande consumidor que é importante para sua operação”, explicou Moura.
O diretor de Tecnologia da empresa, José Argolo, disse ainda que até 2018, os planos são mais ambiciosos. A empresa ainda pretende desenvolver sensores para chegar até 138kV e poder alcançar o mercado de transmissão. Um pouco antes, até o final de 2017 o objetivo é de já ter em sua carteira de clientes todas as 36 distribuidoras de grande porte do país.
“Há algo próximo a 36 distribuidoras de grande porte. Estamos atuando no momento com as mais próximas no Sudeste até para darmos o devido acompanhamento ao cliente de forma mais eficiente, mas até o final de 2017 planejamos estar presente em todas essas maiores empresas”, comentou Argolo.
Ambos dizem que o setor elétrico veio para ficar na empresa tanto que a Tecsys já está preparando outras soluções para o setor como um transformador inteligente onde a empresa utilizará seu expertise em telecomunicações para antecipar possíveis problemas nesses equipamentos. Outro projeto que promete, dizem, é de um chip multilink que poderá convergir todas as linguagens de comunicação de smart grid que existem atualmente e que garanta a comunicação entre os diversos sistemas de uma mesma distribuidora.