Aneel libera para operação comercial 150 MW do complexo eólico Calango

Térmicas no Nordeste tem operação prorrogada até janeiro até janeiro de 2017

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, o início da operação comercial de eólicas no complexo eólico Calango, no Rio Grande do Norte. São 150 MW nas eólicas Calango 1, 2, 3, 4 e 5. Cada parque tem 15 unidades geradoras de 2 MW cada. Na EOL Itarema II, na cidade de mesmo nome, no Ceará, a Aneel liberou a UG 1, de 3 MW. Já na EOL Ventos de Santa Joana VII, que fica em Simões (PI), o aval foi para 17 unidades de 1,7 MW que somam 28,9 MW.

A Aneel também prorrogou até o próximo dia 31 de janeiro de 2017, a operação comercial de termelétricas no Nordeste. As autorizadas foram as usinas Termoparaíba (170,8 MW), Termonordeste (170,8 MW) e Campina Grande (169,08 MW), na Paraíba; Termomanaus (143 MW) e Pau Ferro I (94,08 M W), em Pernambuco; Potiguar (53,1 MW) e Potiguar III (66,4 MW), no Rio Grande do Norte; Global I (148,8 MW) e Global II (148,8 MW), na Bahia; Geramar I (165,8 MW) e Geramar II (165,8 MW), no Maranhão; Viana (174,6 MW), no Espírito Santo e Maracanaú (168 MW), no Ceará.