AES Tietê decide não aderir proposta de repactuação do risco hidrológico no ACL

Empresa avaliou os cenários e os impactos obtidos seriam negativos, o que inviabilizou a adesão

A AES Tietê comunicou que em reunião realizada na última terça-feira, 15 de dezembro, o Conselho de Administração da companhia decidiu pela não adesão a proposta de repactuação do risco hidrológico no Ambiente de Contratação Livre, conforme estabelecido na Lei 13.203/2015. De acordo com a empresa, a decisão foi embasada na avaliação dos vários cenários e respectivos impactos financeiros decorrentes da repactuação, tendo os resultados obtidos para o período abrangido pelo acordo – 2015 a 2029 – se apresentado negativos, inviabilizando a adesão.

O presidente da empresa, Britaldo Soares, já havia sinalizado em entrevista à Agência CanalEnergia que a companhia estava inclinada a não aceitar a proposta de repactuação. Como a AES Tietê finalizou seu contrato com a AES Eletropaulo, a partir de 2016 praticamente toda a sua energia estará no mercado livre.