Parques eólicos no RN ja podem começar operação comercial

Unidades liberadas somam 24 MW. Agência também autoriza para testes no PI e BA

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou nesta segunda-feira, 7 de dezembro, o início da operação comercial de 12 MW em quatro unidades geradoras da EOL Caiçara. Já nas EOLs Junco I e II, a liberação foi para 6 MW em duas turbinas de cada usina. As duas usinas ficam localizadas no Rio Grande do Norte. A agência também liberou no Piauí para testes 113,9 MW distribuídos em 67 unidades das EOLs Ventos de Santa Joana I, IV, V e VII e de outros 59,2 MW de 32 turbinas das EOLs Ventos de Santo Augusto III e V.

Na Bahia, a autorização para início de operação em teste foi para 13 unidades geradoras que somam 21,84 MW da EOL Pelourinho; para 18,48 MW da EOL Serra do Espinhaço espalhados em 11 unidades e para cinco aerogeradores que somam 10,08 MW na EOL Espigão. Já na EOL Caetité, o aval foi para 18 unidades que totalizam 30,2 MW e na EOL Borgo, 20,1 MW de 12 unidades já podem operar em teste. O início da operação comercial só poderá ser solicitado após a conclusão dessa fase.