MME enquadra eólica Jequitibá e usina solar Guaimbé 4 no Reidi

Ao todo, projetos receberam R$ 187,1 milhões em investimentos, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia autorizou na última sexta-feira, 27 de novembro, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura da EOL Jequitibá, na Bahia. O projeto envolve a construção de três turbinas, que totalizam 8,1 MW de potência. A execução das obras fica entre 27 de março de 2015 e 2 de agosto de 2016. O empreendimento recebe R$ 36,7 milhões em investimentos, sem impostos. O MME também classificou no Reidi a fotovoltaica Guaimbé 4, localizada em São Paulo. Serão implantadas trinta unidades geradoras, que alcançam 30 MW de capacidade instalada. As obras tiveram início em 1º de junho de 2015, e vão até 1º de julho de 2017. O projeto recebe R$ 150,4 milhões em recursos, sem a incidência de impostos.