Reservatórios do Norte caem 0,4% para 25,3% da capacidade

Nordeste e SE/CO também verificaram redução no nível de armazenamento, enquanto no Sul, volume já chega a 96,5%

Os reservatórios da região Norte do país caíram 0,4% na última terça-feira, 27 de outubro, em relação ao dia anterior, para 25,3% da capacidade de armazenamento, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico. A energia armazenada no dia ficou em 3.810 MW mês. A energia afluente armazenável acumulada até o dia chegou a 58% da média de longo termo. A hidrelétrica de Tucuruí opera com 24,76% da capacidade.

No Nordeste, o volume armazenado continua a cair, dessa vez foram 0,2% chegando a 9,2% da capacidade dos reservatórios da região. A energia armazenada no dia estava em 4.764 MWmês ontem. A energia afluente armazenável acumulada no mês está em 29% da MLT. A usina Sobradinho trabalha com 4,82% da capacidade.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o nível de armazenamento chegou a 28%, após uma queda de 0,1% em relação ao dia anterior. A energia armazenada no dia somou 56.694 MW mês. A energia afluente armazenável está acumulada em 90% da média histórica. A hidrelétrica de Furnas está com 22,57% da capacidade e a de Nova Ponte, com 19,23%.

Os reservatórios do Sul continuam se beneficiando das fortes chuvas na região. O nível de armazenamento subiu 0,4% para 96,5% da capacidade. A energia armazenada no dia ficou em 19.257 MW mês. A energia afluente armazenável acumulada está em 119% da MLT. A usina G.B.Munhoz opera com 96,25% da capacidade.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, por submercado ou pelos principais reservatórios do país, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor Energia, disponível para assinantes do CanalEnergia Corporativo.