Reservatórios no Sul continuam subindo e chegam a 95%

No contraponto, Nordeste cai 0,1% e fica com 10,1% da capacidade

Os reservatórios do Sul continuam subindo em razão das chuvas que tem acometido a região. Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico referentes ao último dia 21 de outubro mostram que houve aumento nos níveis de 0,3% na comparação com o dia anterior, que deixaram os reservatórios com 95%. A energia armazenada é de 18.957 MW mês e a energia natural afluente é de 29.668 MW med, o mesmo que 123% da média de longo termo armazenável no mês até o dia. A usina de Barra Grande está com 99,55% da sua capacidade.

O Nordeste opera em situação completamente oposta a verificada no Sul. Os níveis estão em 10,2%, caindo 0,1% em relação ao dia anterior. A energia armazenada é de 5.290 MW mês e a ENA é de 768 MW med, que equivale a 32% da MLT. A usina de Sobradinho registra volume de 5,64%. No submercado Sudeste/Centro-Oeste, os níveis estão em 28,8%, recuando 0,3% na comparação com o dia anterior. A energia armazenada é de 58.522 MW mês e a ENA é de 16.244 MW med, que equivale a 94%. A usina de Furnas opera com 23,93% da sua capacidade e a de São Simão, com 23,6%.

Os níveis no Norte ficaram em 27,6% no dia em que o submercado registrou recorde de carga, caindo 0,6% na comparação com o dia anterior. A energia armazenada é de 4.154 MW mês e a ENA é de 1.036 MW médios, que equivale a 60% da MLT. A usina de Tucuruí está com volume de 28,12%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, por submercado ou pelos principais reservatórios do país, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor Energia, disponível para assinantes do CanalEnergia Corporativo.