Copel encerra segundo trimestre de 2015 com lucro de R$ 302 milhões

Resultado é 21,7% superior ao do mesmo período do ano passado

A Copel terminou o segundo trimestre de 2015 com lucro líquido de R$ 302 milhões, 21,7% maior que o do mesmo período de 2014. A empresa divulgou na última quinta-feira, 13 de agosto, seus resultados financeiros. A receita operacional líquida ficou em R$ 3,9 bilhões, valor 21,7% superior ao do seguinte trimestre do ano passado. Já o Ebitda que a Copel registrou neste trimestre chegou a R$ 493 milhões, 5,7% acima do Ebitda do mesmo período do ano passado. Os investimentos no período recuaram 1,9%, ficando em R$ 535 milhões.

No semestre, o lucro líquido diminui 7,1% na comparação com o primeiro semestre de 2014, ficando em R$ 772 milhões. A receita operacional líquida foi de R$ 8,1 bilhões, crescendo 32% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Já o Ebitda da Copel ficou em R$ 1,32 bilhão, aumentando 0,2%. No semestre, os investimentos chegaram a R$ 962 milhões, diminuindo 3,9 % na comparação com o primeiro semestre do ano passado.

Em abril, foram concluídas as obras dos 4 parques eólicos pertencentes ao Complexo Eólico São Miguel do Gostoso I, em que a Copel tem em sociedade com a Voltalia, que está localizado no Rio Grande do Norte e possui capacidade instalada de 108 MW. Em junho, a Copel inaugurou outros parques dos complexos eólicos que estão em construção no Rio Grande do Norte, da São Bento Energia e da Copel Brisa Potiguar.