Santo Antônio Energia registra prejuízo de R$ 342 milhões no primeiro semestre

Resultado é 217,8% maior que o obtido no mesmo período do ano passado

A Santo Antônio Energia viu seu prejuízo líquido aumentar 217,8% no primeiro semestre de 2015 quando comparado ao ano passado. O resultado negativo ficou em R$ 342,9 milhões ante perdas de R$ 125 milhões no ano passado. O resultado ebitda (antes de juros, impostos, depreciação e amortização) por sua vez aumentou 33,8%, passou de R$ 352 milhões para R$ 385,9 milhões nessa mesma base de comparação e a receita líquida também aumentou, de R$ 1,172 bilhão para R$ 1,224 bilhão, avanço de 14%.

Esse aumento de perdas da empresa é justificado como o resultado de uma maior apropriação de juros, assim como o aumento dos indexadores da dívida, a TJLP e o IPCA. Essa variação ficou em R$ 199 milhões na primeira metade do ano ante 2014 e é proporcional ao número de turbinas em operação. A Santo Antônio explicou que em meados do ano passado havia 26 unidades de geração operando e neste ano são 32 unidades.
Em termos de resultados operacionais a UHE em construção no rio Madeira registrou lucro de R$ 165,7 milhões no primeiro semestre, uma redução de R$ 11,5 milhões ante 2014. Esse recuo ocorreu em função do aumento dos gastos com FID e GSF que foi maior do que o aumento da receita, reduzindo a margem operacional de 15,1% para 12,4%.
Os custos e despesas operacionais totalizaram R$ 1,168 bilhão de janeiro a junho deste ano. Houve um aumento de R$ 173,8 milhões. Essa elevação foi atribuída em parte ao GSF e ao FID que somaram R$ 983,8 milhões. No ano passado esses dois itens representaram R$ 541,3 milhões. Parte desse custo foi compensado pela estratégia de sazonalização da empresa que levou a um resultado positivo no balanço de energia da CCEE de R$ 447,1 milhões.
No acumulado do primeiro semestre a Santo Antônio Energia investiu R$ 827,3 milhões na construção e implantação da usina que está com 98% das obras concluídas. A dívida total da empresa é de R$ 13,9 bilhões.