MCP: inadimplência total é de R$ 460 milhões na liquidação de maio

Foram contabilizados R$ 2,5 bilhões nas operações, mas liquidados pouco mais de R$ 2 bilhões

A liquidação financeira das operações de maio no Mercado de Curto Prazo resultaram em uma inadimplência total de R$ 460 milhões. De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, foram contabilizados R$ 2.532.132.451,52 e efetivamente liquidados R$ 2.072.101.707,75. Do montante contabilizado, 12,96% estão cobertos por liminares, o que leva a uma inadimplência líquida de 5,21%. A adimplência na operação foi de 81,83%. A operação realizada envolveu 2.701 agentes, sendo 1.315 credores e 1.386 devedores.

Os valores da liquidação de maio sofrerão ajustes no próximo evento referente a junho em decorrência de liminares que ainda não foram consideradas nessa operação. Segundo a CCEE reportou em sua ata de reunião de Conselho de Administração, as ações da Apine, PCHs Canaã, Santa Cruz de Montenegro, Abranjo e Rio dos Índios, além da Boa Fé Energética serão consideradas na próxima liquidação. Na conta centralizadora dos recursos das bandeiras tarifárias a liquidação de maio registrou o pagamento de R$ 320.518.357,39 oriundos de 42 distribuidoras, com 100% de adimplência.