Previsão de afluência no SE/CO cai para 89% da MLT em junho

No Sul, a revisão semanal do ONS apontou aumento para 147% da média histórica

A revisão semana da Energia Natural Afluente para o final do mês feita pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico apontou um recuo na previsão para o encerramento de junho no submercado Sudeste/Centro-Oeste. A projeção que até a semana passada era de 95% da média de longo termo recuou e agora está em 89% da média. No sentido contrário, as vazões na região Sul que estavam previstas em 110% da MLT aumentaram para 147%. No Norte e no Nordeste as variações foram de menos 4 pontos porcentuais no primeiro, de 103% para 99% e de 55% para 54% no segundo submercado.

Com a nova expectativa de vazões para o final do mês de junho, o ONS apontou na revisão 3 do PMO que para a UHE Sobradinho (BA, 1.050 MW) o mais importante reservatório do NE devera ficar com ENA de 54% da MLT. Na UHE Tucuruí (PA, 8.370 MW) o maior do Norte a projeção é de alcançar vazões de 105% da média histórica. Por sua vez, na UHE Furnas (MG, 1.216 MW), a previsão é de 52% da média, mesmo assim são 11 pontos porcentuais acima do que se projetava no início do mês.
Nessa sexta-feira, 19 de junho, o ONS divulgará o Custo Marginal de Operação para a semana operativa que começa no sábado, 20 de junho. Bem como, nível esperado dos reservatórios e o volume de geração térmicas programada para a semana.