Celesc reverte prejuízo e tem lucro de R$ 55 mi no primeiro trimestre

Energia distribuída recuou 1,5% enquanto a geração aumentou 7,7% o volume produzido

A Celesc reportou lucro líquido de R$ 55,8 milhões no primeiro trimestre do ano. Esse valor um avanço de 177% em função de no mesmo período de 2014 ter registrado prejuízo de R$ 72,8 milhões. O resultado ebitda da companhia apresentou aumento de quase 5,5 vezes, passando de um resultado negativo de R$ 22,4 milhões para R$ 98,8 milhões positivo.

O segmento de distribuição registrou lucro líquido de R$ 43,2 milhões no trimestre. No mesmo período do ano passado a empresa reportava prejuízo nos três meses de R$ 107,4 milhões. A receita operacional liquida avançou 43% em função dos reajustes anual e extraordinário, bandeiras tarifárias e reconhecimento como receita dos ativos regulatórios. Os gastos com a compra de energia para revenda por sua vez aumentaram 35%.
A empresa registrou uma queda de 1,5% no volume de energia distribuída na soma do mercado cativo e livre, alcançou 6.191 GWh. Esse comportamento, explicou a empresa, deve-se à demanda industrial que recuou 5,2% dentre os clientes do mercado regulado na comparação com o mesmo período do ano passado. Somente no ACR, a demanda foi 2% menor nessa base de comparação. O volume demandado no ACL ficou estável.
Por sua vez, o segmento de geração apresentou aumento de 7,7% no volume de energia gerada, para 14.220 MWh. O resultado contudo caiu 52,8% para R$ 15,1 milhões ante R$ 32 milhões do ano anterior.
Os investimentos realizados pelo grupo nos dois segmentos alcançaram R$ 94,5 milhões no período, aumento de 49% em comparação aos três primeiros meses de 2014. A divida líquida do grupo ao final de março era de R$ 487,2 milhões, uma relação de 1,1 vez o resultado ebitda ajustado. A receita operacional bruta do grupo somou R$ 2,775 bilhões um aumento de 49,3%.