Itaipu comemora 31 anos de operação com 100% de eficiência operacional

Produção acumulada de 2,25 bilhões de MWh é suficiente para abastecer o mundo por 38 dias

Itaipu Binacional comemorou na última terça-feira, 5 de maio, 31 anos de operação estabelecendo uma nova marca: 100% de índice de eficiência, o melhor desempenho operacional de todos os tempos, superando até mesmo o ano de 2014, quando a produtividade foi de 99,3%. Embora a produção anual tenha caído em 2014, em função da estiagem, quando usina gerou 87,6 milhões de MWh, Itaipu tem tido um aproveitamento excepcional do recurso hídrico.

O alto índice se explica pelo bom desempenho do Rio Paraná, que, graças as mais de 45 usinas a montante de Itaipu, mantém um fluxo de água superior a 8 mil metros cúbicos por segundo durante mais de 90% do tempo. Mas há também outros fatores. Entre os mais importantes, estão projeto da usina, a gestão técnica e administrativa e o entrosamento entre as equipes da área técnica de Itaipu e da usina com as empresas da cadeia de suprimento de energia do Brasil e do Paraguai.

“O 100% de eficiência aliado aos sucessivos recordes de produção reafirmam uma vez mais o papel importante de Itaipu para a infraestrutura energética, para a integração e para o desenvolvimento do Brasil e Paraguai”, comenta o diretor técnico executivo, Airton Dipp.

Segundo o superintendente de Operação, Celso Torino, permanecer com 100% de performance durante todo o ano não é fácil, pois são muitas variáveis a serem atendidas e alinhadas. “Se fecharmos 2015 com um número próximo ao recorde histórico de 99.3%, estabelecido em 2014, já será um excelente resultado. Esse é um processo contínuo que tem sido construído com investimentos e o empenho de todas as equipes”. Outro marco importante ao longo desses anos é a produção acumulada histórica, um total de 2,25 bilhões de MWh, suficiente para abastecer o mundo por 38 dias.