Custo da energia para a indústria sobe para R$ 543,90/MWh, calcula Firjan

Brasil ocupa a liderança em ranking de maior custo de energia do mundo. Lista compreende 28 países

O custo médio da energia para a indústria brasileira passou de R$ 537,40/MWh para R$ 543,90/MWh após os reajustes autorizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica nos estados do Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe e Pernambuco.

Com isso, o Brasil continua ocupando a 1ª posição em ranking que contempla 28 países, seguido da Índia (R$ 504,10/MWh) e da Itália (R$ 493,60/MWh). Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 5 de maio, pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. No ranking estadual, o Rio Grande do Sul continua ocupando a 9ª posição, com o custo médio de R$ 556,16/MWh; e o Sergipe se manteve na 23ª colocação com o custo de R$ 440,64/MWh.

Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Bahia passaram a ocupar posições mais caras. O Ceará (R$ 529,21/MWh) passou da 21ª para a 13ª posição; Pernambuco (R$ 519,39/MWh) da 17ª para a 15ª; o Rio Grande do Norte (R$ 448,06/MWh) da 24ª para a 22ª; e a Bahia (R$ 425,10/MWh) da 25ª para a 24ª.