MME enquadra PCH do Rio Grande do Sul ao Reidi

Demanda de investimentos chega a R$ 94,6 milhões, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia autorizou nesta quinta-feira, 30 de abril, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura da PCH Ado Popinhak (SC). Serão construídas quatro turbinas, que totalizam 19,3 MW de potência. O projeto tem um custo de R$ 94,6 milhões em investimentos, sem a incidência de impostos. O período de execução das obras será de 30 de dezembro de 2015 a 30 de dezembro de 2017.