Eneva assina acordo com fornecedores de gás para térmicas

Negócio é considerado estratégico para ampliação dos projetos do Parnaíba

A Eneva informou nesta quinta-feira, 30 de abril, que celebrou um acordo com a Parnaíba Gás Natural (PGN) e a BPMB Parnaíba, fornecedores de gás natural das do Complexo Parnaíba, visando prevenir potenciais litígios relacionados ao fornecimento do combustível.

Segundo a Eneva, o referido acordo estabelece que a PGN e a BPMB concederão descontos sobre o fornecimento de gás natural às usinas do Complexo Parnaíba nos seguintes valores: R$141,8 milhões, referentes à postergação do início de operação comercial de Parnaíba II, a serem apurados mensalmente entre os meses de abril de 2015 e setembro de 2016; e R$ 167,0 milhões, equivalentes à 50% da redução da receita fixa de Parnaíba II no valor de R$ 334,1 milhões, a serem apurados entre os anos de 2022 e 2036.

O acordo também prevê a extensão do contrato de fornecimento de gás natural à Parnaíba II até o término dos seus Contratos de Comercialização de Energia Elétrica no Ambiente Regulado, ou seja, 30 de abril de 2036. "A celebração do acordo representa um importante passo para ampliação da viabilidade econômico-financeira dos projetos do Complexo Parnaíba, em especial de Parnaíba II", escreveu a Eneva.