Aneel nega habilitação da Chesf, Eletronorte, Furnas e Copel para leilão de LTs

Estatais não poderão participar do certame previsto para dezembro por atrasos em obras de transmissão

As estatais Chesf, Eletronorte, Furnas e Copel GT foram inabilitadas tecnicamente pela Comissão Especial de Licitação da Agência Nacional de Energia Elétrica para o próximo leilão de transmissão, marcado para 15 de dezembro. As regras do certame impedem a participação de empresas com obras  em atraso, nos 36 meses anteriores à publicação do edital de licitação.

A Chesf recebeu quatro multas por descumprimento do cronograma de empreendimentos de transmissão, que têm média de atraso de 2018,57 dias. Furnas teve quatro autos de infração, com média de atraso nas obras de 1723,8 dias; Eletronorte, quatro AIs, com atraso médio 868,66 dias; e Copel três AIs, com média de 602,25 dias. Parte das obras foi concluída, enquanto parte, que já deveria ter entrado em operação, ainda está em andamento.