Elektro inicia operação de subestação em Eldorado

Com aporte de R$ 5,6 milhões, nova SE beneficiará cerca de 16 mil consumidores de Eldorado, Sete Barra e Jacupiranga

Após três messes de obras e um investimento de R$5,6 milhões, a Elektro (SP/MS) anunciou o início da operação da Subestação Eldorado 02, que irá beneficiar 16 mil clientes da região. A SE Eldorado 02 (34,5/13,8kV) é a primeira da Elektro a utilizar uma sala elétrica metálica modular, facilmente transportável, em substituição a sala elétrica convencional antes construída em alvenaria. O container garante total proteção dos equipamentos.

A nova subestação também é totalmente digitalizada e possui um sistema integrado de supervisão, comando, controle e proteção, dispensando a presença de eletricistas e operadores para efetuar manobras, sendo realizadas diretamente pelo Centro de Operação da Distribuição (COD) da Elektro, em Campinas, por comunicação via satélite.

“A construção, ampliação e modernização de subestações e linhas de distribuição são fundamentais para suportar o aumento da demanda e assegurar o crescimento econômico, garantindo o atendimento ao mercado, reforçando a confiabilidade e a melhoria da qualidade do fornecimento de energia dentro de elevadas condições técnicas e de segurança”, afirmou José Ferraz, engenheiro responsável.

A aplicação dos recursos no empreendimento segue o plano da empresa de assegurar a satisfação dos clientes e a qualidade operacional. Ano passado foram mais de R$ 121 milhões investidos na ampliação, modernização e manutenção da rede de distribuição da concessionária.

Todas as subestações da companhia são monitoradas remotamente a partir do Centro de Operação do Sistema (COD), localizado em Campinas. É a partir dessa tecnologia, com operação 24 horas, que é feita a comunicação direta com as equipes de campo, conferindo maior eficácia no atendimento aos 2,6 milhões de clientes. Dessa central, também, é possível monitorar em tempo real a rede elétrica que abastece toda a área de concessão da distribuidora, e ainda, prover suporte de análise metrológica.