Cemig instala sistema de aquecimento de água em instituição para menores de MG

Investimento é de R$ 330 mil. Ação faz parte de programa de consumo consciente da distribuidora

A Cemig está investindo cerca de R$ 330 mil na instalação de um sistema de aquecimento solar de água em 92 instalações da Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves (MG). A instituição atende crianças e jovens carentes da Região Metropolitana e também foi contemplada pela distribuidora com a substituição de cerca de 1.500 lâmpadas ineficientes por outras de LED.

Segundo Thiago Ribeiro Batista, engenheiro de soluções energéticas da Cemig, o objetivo é contribuir para a redução do consumo, prezando, ainda, pela qualidade de vida das pessoas que frequentam a instituição. Para ele, o projeto tem como meta a redução de 92 MWh/ano de energia, o equivalente ao consumo de sessenta residências por um ano. Além da economia gerada para a Cidade dos Meninos, a instalação dos sistemas funciona como exemplo de aplicação do conceito de eficiência energética para toda a comunidade envolvida. A expectativa da coordenadora de cursos da Cidade dos Meninos, Deise Lúcia da Silva, é que a economia seja revertida em mais investimentos para a educação dos alunos, que recebem educação em tempo integral, moradia, alimentação, assistência odontológica, cultural, esporte, lazer, formação profissional, moral, humana e religiosa. A instituição atua em regime de internato, semi-internato e externato e os estudantes participam de diversas atividades, preenchendo o tempo que passam lá.

O projeto é financiado pelo Programa Energia Inteligente da Cemig que tem o objetivo de fomentar a cultura do consumo consciente e da utilização racional da energia elétrica. A instituição foi contemplada por meio de chamada pública, na qual a companhia financia propostas voltadas à eficiência energética e, consequentemente, à redução de impactos no meio ambiente por meio da redução do consumo. Em outro projeto que também beneficia a área de educação, a Cemig vem substituindo a iluminação de escolas públicas estaduais, sendo previstas 151 instituições de ensino, localizadas em 141 municípios mineiros. Segundo balanço, realizado em março deste ano, 47 escolas já foram beneficiadas. O investimento calculado para a execução deste projeto é superior a R$ 3,2 milhões.