Projetos de eficiência energética da CPFL Paulista beneficiam mais de 6 mil famílias

Com investimentos de R$ 6,7 milhões, ações são financiadas com recursos do PEE/Aneel

A CPFL Paulista (SP) investiu R$ 6,7 milhões em projetos de eficiência energética em Campinas. As ações, que beneficiaram mais de 6 mil famílias de baixa renda, irão trazer uma economia no consumo de energia estimada em 2,74 mil MWh por ano, volume que seria suficiente para atender as necessidades energéticas de 1.150 residências por ano.

Financiados com recursos do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica, os projetos contemplaram a instalação de aquecedores solares, de chuveiros inteligentes, a doação de geladeiras, a regularização de clientes e a troca de lâmpadas. Essas ações integram o projeto “Comunidades Eficientes”, que tem por objetivo contribuir para redução do consumo de energia entre os clientes de baixa renda por meio da troca de equipamentos ineficientes e da doação de modelos mais modernos e econômicos.

Além da economia de energia, os projetos reduzem o consumo no horário de pico, momento de maior demanda do sistema elétrico. A expectativa é que as iniciativas retirem 776,64 kW de carga, o que traz mais estabilidade ao sistema e reduz a geração térmica, mais cara e mais poluente. Para o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Felipe Zaia, com esses projetos há o estímulo e difusão da cultura do consumo inteligente de energia entre as comunidades. Entre os projetos desenvolvidos em Campinas no ano passado, o maior investimento realizado foi o de instalação de aquecedores solares, totalizando R$ 3,4 milhões. No total, 1.200 famílias foram beneficiadas. A expectativa é de que o projeto traga uma economia 1.084 MWh por ano no consumo de energia.

A concessionária também investiu R$ 1,7 milhão na instalação de 1.639 chuveiros inteligentes para 1639 mil famílias. A previsão é que a iniciativa gere uma redução no consumo de energia da ordem de 606,43 MWh. Outra ação realizada foi a doação de 370 geladeiras eficientes, cujo investimento somou R$ 496 mil e deve proporcionar uma economia de 148 MWh por ano. Além da doação de equipamentos, o projeto também estimula a consciência da população ao promover a visita de agentes comunitários aos clientes beneficiados pelo programa, orientando sobre o consumo inteligente e o uso seguro de energia.