Preço horário em teste começa a ser implantado em 16 de abril

Conhecido como preço sombra, dado será divulgado para análise dos impactos e adaptação dos agentes de mercado e das instituições, pois entrará em vigor em janeiro de 2019

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica e o Operador Nacional do Sistema Elétrico começarão a implantar a etapa teste do Preço de Liquidação das Diferenças horário. Conhecido como preço horário sombra, o valor passará a ser divulgado ao mercado a partir de 16 de abril de 2018.
O valor será utilizado para análise dos impactos e adaptação dos agentes de mercado e das instituições, sendo publicado em paralelo ao PLD semanal já existente, o qual permanece válido para efeito das liquidações financeiras do mercado de curto prazo. Os dados das simulações serão divulgados pela CCEE e pelo ONS em seus respectivos sites, de modo a permitir a reprodução dos cálculos pelos agentes de mercado.
Em comunicado, a câmara destacou que a fase de testes com o preço “sombra” tem como objetivo reforçar os pilares de transparência, previsibilidade e segurança regulatória, garantindo um bom ambiente de negócios, além da participação de todos os envolvidos no processo antes de sua efetiva entrada em vigor, prevista para janeiro de 2019.