Luiz Augusto Barroso pede exoneração da presidência da EPE

Também ocorre hoje o desligamento do assessor técnico, Rafael Ferreira

Luiz Augusto Barroso entregou nesta segunda-feira, 9 de abril, carta ao conselho de administração da Empresa de Pesquisa Energética com pedido de exoneração do cargo de presidente. A carta está datada de sexta-feira, 6 de abril. Também ocorre hoje o desligamento do assessor técnico, Rafael Ferreira, levado para EPE por Barroso. O diretor de Estudos do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, José Mauro Ferreira Coelho, ficará interinamento como presidente da EPE.

O executivo assim encerra um ciclo na EPE acompanhando o ministro Fernando Coelho Filho e o secretário-executivo, Paulo Pedrosa, que deixaram os cargos na semana passada. A saída de Coelho Filho já foi publicada no Diário Oficial e a de Pedrosa, ainda está pendente. O presidente Michel Temer confirmou a ida de Moreira Franco, para o cargo de ministro de Minas e Energia.