Ações da Eletrobras caem forte pelo 2º dia após mudanças no MME

Papeis ON da companhia caíram 9,56% no pregão de hoje

As ações da Eletrobras voltaram a ter forte queda na Bolsa de Valores de São Paulo nesta segunda-feira, 9 de abril, após a confirmação das mudanças na cúpula do Ministério de Minas e Energia. O mercado teme que as alterações reduzam o apetite para a privatização da Eletrobras e as reformas do setor. A ação ordinária da companhia caíram 9,56% no pregão de hoje e as ações preferenciais classe B, 6,74%. As ações da Petrobras também foram afetadas caindo 3,52% no caso das PNs e 2,88%, as ONs.

O Ibovespa caiu 1,78% marcando 83.307 pontos. A grande maioria das ações do índice caíram, entre as elétricas apenas EDP Energias do Brasil ON subiu 1,74%, as ações ON do frigorífico Mafrig dispararam 18,81%, com notícia de aquisição de concorrente nos Estados Unidos. O IEE caiu 1,28% aos 41.096 pontos. Apenas cinco papeis fecharam em alta, com destaque para EDP e a Unit da Renova (1,12%).