Petrobras confirma acordo com Eletrobras para dívidas por combustível de térmicas

Termos da negociação ainda serão revelados. Operação é fundamental para privatização de Amazonas Energia

A Petrobras informou em comunicado na última sexta-feira, 27 de abril, que chegou a um acordo com a Eletrobras para o equacionamento da dívida pelo fornecimento de derivados de petróleo para o abastecimento de usinas térmicas que suprem o estado da região Norte. A negociação envolve, além das duas estatais, as subsidiárias BR Distribuidora, Amazonas Energia e a Companhia de Gás do Amazonas, do governo local. Segundo o comunicado, o Conselho de Administração da BR Distribuidora aprovou os termos da negociação no último dia 27, mas os termos do acordo serão anunciados apenas nesta segunda-feira, 30 de abril.

A negociação deverá ser fechada na data limite para a conclusão da desverticalização da Amazonas Energia, que em seguida deverá seguir com seu processo de privatização. Segundo o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, o leilão deverá concorrer em meados de junho. Esse acordo para o pagamento da dívida com a Petrobras é considerado fundamental para a venda da Amazonas Energia, já que a dívida é um dos maiores entraves no se processo de venda