RGE dedicou R$ 21,4 milhões a obras de modernização na Região Celeiro

Valor foi aplicado ao longo de 2017 no fortalecimento da rede elétrica de 20 municípios; Três Passos contou com R$ 2,8 milhões

Buscando proporcionar maior confiabilidade ao sistema elétrico de suas concessões, a RGE empreendeu importantes investimentos durante 2017 na rede elétrica da Região Celeiro, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Ao todo foram R$ 21,4 milhões direcionados em obras de modernização e fortalecimento do sistema de distribuição de energia de 20 municípios que compõem a região.

Em Três Passos, cidade sede da Estação Avançada da distribuidora, foram R$ 2,8 milhões aplicados na rede no ano passado. Deste valor, R$ 948 mil foram reservados a obras de melhoramento do sistema elétrico, ou seja, novos componentes que passaram a fazer parte das linhas de distribuição e das subestações que alimentam a localidade. Neste valor também estão contemplados os novos religadores automáticos instalados, não só em Três Passos, mas em toda a região.

Os recursos aplicados ainda melhoraram, significativamente, a rede elétrica dos demais municípios. Em Crissiumal foi investido R$ 1,7 milhão, em Campo Novo, R$ 933 mil e em São Martinho, R$ 851 mil. Nessas cidades, a concessionária destacou as trocas de postes de madeira por concreto, a recomposição da rede devastada por temporais e as obras de expansão e ligação de novos clientes rurais e urbanos.

De acordo com o Consultor de Negócios da RGE, Jonathan Koenemann, os aportes na região seguirão este ritmo em 2018. “Percebemos uma expansão econômica na Região Celeiro e, por isso, temos ciência de que os investimentos na rede de distribuição de energia são ponto fundamental no processo de atração de novas empresas e mesmo ampliação dos negócios já fixados na região. Os R$ 21 milhões que investimos no ano passado já nos dão grande confiabilidade do sistema. Mas os clientes desses 20 municípios podem ter certeza que mais obras serão realizadas neste ano”, ressaltou o consultor.

Também houveram investimentos de R$ 698 mil em Tiradentes do Sul, R$ 597 mil em Humaitá, R$ 498 mil em Barra do Guarita e R$ 487 em Esperança do Sul. Somados, os outros 12 municípios receberam aporte de R$ 2,9 milhões. Além dos benefícios em todas as cidades, tanto na zona urbana como na rural, a companhia ainda realizou troca de cabeamento e transformadores, instalação de reguladores de tensão e obras de melhorias nas subestações e redes de distribuição em geral.

Em 2017, a concessionária aportou R$ 391,1 milhões no fortalecimento, modernização e ampliação de suas redes de distribuição e fontes de energia. O valor representa uma elevação de 28,1% na comparação ao ano anterior.