Armazenamento esperado para o fim do mês é de 43,9% no SE/CO e de 40% no NE

Risco de déficit de energia é zero em 2018, segundo o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico

O armazenamento esperado para o fim de maio nos reservatórios equivalentes do Sistema Interligado é de 43,9% no Sudeste/Centro-Oeste, de 62% no Sul, de 40% no Nordeste e de 70,8% na região Norte. Esses valores representam ligeira variação em relação a abril, mês que marca o término do período chuvoso.

Para o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, o risco de qualquer déficit de energia em 2018 é zero nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste, tanto na comparação com o histórico de vazões, quanto nas simulações de séries sintéticas feitas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico. O CMSE realizou sua reunião mensal de avaliação das condições de atendimento do SIN nesta quarta-feira, 9 de maio.

Em abril, segundo nota divulgada pelo comitê, choveu acima da média apenas na bacia do rio Jacuí. Na do rio Paranaíba as chuvas ficaram próximas da média e, nas demais bacias, abaixo da média histórica. Dados da primeira revisão quadrimestral  de carga apresentados pela Empresa de Pesquisa Energética durante a reunião projetam crescimento médio do consumo total de energia elétrica da ordem de 3,9%  ao ano  de 2018 a 2022. Segundo o CMSE, há equilíbrio entre oferta e demanda.