Taesa emitirá R$ 400 milhões em debêntures incentivadas

Segundo a companhia, os recursos captados serão alocadas em projetos enquadrados como prioritário

O Conselho de Administração da Taesa aprovou nesta semana a emissão de debêntures incentivadas, em série única, visando captar R$ 400 milhões no mercado de dívida. Essa será a quinta emissão da companhia do tipo. Serão emitidos 400 mil papéis, com valor unitário de R$ 1 mil. A oferta poderá ser acrescida em 15%, ou seja, em até 60 mil debêntures suplementares, a serem emitidas nas mesma condições da oferta inicial.

Segundo a companhia, os recursos captados serão alocadas em projetos enquadrados como prioritários, conforme as regras do Ministério de Minas e Energia. A remuneração dos papéis será de IPCA mais uma taxa entre 0,30% ao ano mais a taxa de retorno dos papéis do Tesouro atrelados à inflação com vencimento em 15 de agosto de 2026, e 5%.