Rodrigo Limp e Sandoval Feitosa serão sabatinados pelo Senado

Sabadina com indicados à diretoria da Aneel está marcada para a próxima terça-feira, 15

A Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal marcou para esta terça-feira, 15 de maio, às 9 horas, a sabatina dos indicados Rodrigo Limp Nascimento e Sandoval de Araújo Feitosa Neto para exercerem os cargos de diretores da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os relatores das indicações são os senadores Roberto Muniz (PP/BA) e Roberto Rocha (PSDB/MA), respectivamente. A sessão será realizada no Plenário da Comissão de Infraestrutura, Ala Senador Alexandre Costa, nº 13.

Rodrigo Limp é formado em engenharia elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e mestre em economia do setor público pela Universidade de Brasília (UnB). Na Aneel, Limp atuou como especialista em regulação de janeiro de 2007 a fevereiro de 2015 na Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição. Executou na agência atividades técnicas e econômico-financeiras associadas aos leilões de concessões de transmissão de energia elétrica. Atualmente é consultor legislativo da Câmara dos Deputados na área de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos.

Sandoval de Araújo Feitosa Neto é engenheiro eletricista graduado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e mestre em engenharia elétrica pela Universidade de Brasília Unb (2009). Trabalhou na Cemar, no período de 2001-2003, ocupando cargos de gerência técnica dos processos de manutenção e operação do sistema de distribuição da empresa. No período de 2003 a 2005 atuou na Chesf desempenhando as funções de coordenação de equipes técnicas de manutenção da empresa. Em 2005 iniciou sua carreira de Especialista em Regulação da Aneel exercendo atividade de auditorias técnicas em concessionárias na Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade. No início de 2014 passou a atuar na Assessoria da Diretoria da Aneel e no final de maio de 2015, assumiu a Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão. Em janeiro de 2017 passou a atuar como superintendente de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade.

A avaliação dos indicados pela comissão é feita em duas etapas. A primeira consiste na apresentação do parecer do relator sobre o indicado. Nessa fase, em que não é exigida a presença do candidato ao cargo, o relator pode discutir com os membros da comissão o conteúdo das questões que serão formuladas na sabatina. Após essa primeira fase, é concedida automaticamente vista coletiva da indicação aos senadores por, no máximo, duas sessões. Na segunda etapa, a autoridade é submetida à arguição dos membros da Comissão para, em seguida, ser votado o parecer do relator. Aprovada na comissão, a indicação é, então, submetida ao Plenário do Senado.