Celpa vai inaugurar subestação em Altamira

Obra busca acompanhar crescimento da cidade nos últimos anos e prevê benefícios diretos para 11 mil famílias de onze bairros; Investimentos chegaram a R$ 7,3 milhões

Visando suprir o aumento do consumo de energia elétrica que acompanhou o crescimento de Altamira (PA) nos últimos anos, a Celpa anunciou que vai inaugurar na próxima segunda-feira, 21 de maio, a subestação Princesa do Xingu. A nova SE vai beneficiar cerca de 35 mil clientes, em todos os bairros, já que os novos alimentadores originados no empreendimento também irão descarregar as demais redes, que continuarão a ser atendidas pela atual subestação Altamira, que supre toda a cidade.

Diretamente serão beneficiadas cerca de 11 mil famílias dos bairros Sudam II, Centro (parte), Esplanada do Xingu, Bela Vista, Jardim Uirapuru Independente, Jardim Oriente Independente, Jardim dos Estados, Ibiza, Jardim Independente III, Cidade Jardim e Independente II, com energia firme e de qualidade. O aeroporto do município também consta entre os beneficiários.

Segundo a concessionária, foram aportados cerca de R$ 7,3 milhões para execução das obras, que devem reduzir significativamente as interrupções do fornecimento. O executivo de Manutenção da empresa, Adriano Freitas, explicou as motivações para a iniciativa.

“A população do município aumentou significativamente com a chegada de grandes obras como a Usina de Belo Monte, e por conta disso cresce a demanda por energia de qualidade. E para que não tenhamos problemas e também possamos incentivar o desenvolvimento de Altamira, estamos fazendo esse investimento na região do Xingu”, comentou.

Com obra iniciada em agosto de 2017, a nova subestação Princesa do Xingu já entra em operação com uma das tecnologias mais avançadas para o segmento, visto possuir um dos melhores sistemas automáticos para recomposição em casos de imprevistos. O sistema de comunicação também é otimizado e ocorre em alta velocidade por meio de fibra ótica, com monitoramento 24 horas direto do Centro de Operações Integradas da Celpa.

Outro ponto importante é a garantia da entrada do sistema de medição operacional da subestação que irá ajudar no controle de demanda e combate às perdas de energia. Para o executivo de relacionamento com o cliente, Anderson Torres, a SE Princesa do Xingu já representa desenvolvimento para todo o município, pois com energia firme aumenta a possibilidade da chegada de grandes empresas. “Trata-se de uma obra muito importante, uma vez que temos a oportunidade de melhorar os indicadores relacionados a qualidade do nosso principal serviço que é levar energia com mais qualidade para os nossos clientes, avaliou Anderson.