PLD sobe 10% no Sul e Sudeste

Preço, porém, apresentou queda de 16% nos submercados Norte e Nordeste

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 2 e 8 de junho no Sudeste/Centro-Oeste e no Sul foi fixado em R$ 440,98/MWh, aumento de 10% frente ao valor da última semana. O indicador, porém, caiu 16% no Nordeste e no Norte ao passar de R$ 380,73/MWh para R$ 321,06/MWh. Os dados são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), divulgados nesta quarta-feira, 30 de maio.

Segundo a CCEE, as afluências previstas para o Sistema Interligado Nacional (SIN) na próxima semana estão cerca de 800 MW médios mais baixas em termos de energia. Houve redução na expectativa de ENAs para o Sudeste (de 79% para 77% da MLT) e para o Sul (70% para 61% da média), refletindo no aumento do preço nesses submercados. No Nordeste (de 38% para 39% da MLT) e no Norte (de 77% para 84%), as afluências esperadas subiram, causando o efeito contrário, ou seja, de queda no PLD.

A expectativa é que a carga para a próxima semana fique em torno de 1.300 MW médios inferior à previsão anterior, com redução em todos os submercados: Sudeste (-400 MW médios), Sul (-500 MW médios), Nordeste (-300 MW médios) e Norte (-100 MW médios).

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 1.120 MW médios mais baixos em relação à expectativa com diminuição nos montantes de energia em todas as regiões: Sudeste (-610 MW médios), Sul (-440 MW médios), Nordeste (-50 MW médios) e Norte (-15 MW médios).

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) previsto para junho foi revisto de 71,5% para 71,4%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o mês é de R$ 34 milhões referentes unicamente à restrição operativa no Norte.