Errata: Aneel homologa parcialmente resultado do leilão A-4

Certame realizado em abril negociou contratos de energia de fontes hídrica, eólica, solar e térmica a biomassa ao preço médio de R$ 124,75 por MWh

A matéria foi alterada às 16:25 do dia 06 de junho de 2018 para correção de informação. A matéria apontou o número errado de projetos homologados pela diretoria da Aneel na reunião da terça-feira, 5 de junho de 2018. Veja a versão corrigida abaixo

————————————————————————

A Agência Nacional de Energia Elétrica homologou parcialmente o resultado do Leilão A-4 de 2018. Foram confirmados os resultados de nove vendedores do certame, responsáveis por 33 dos 39 empreendimentos com contratos negociados.  O leilão foi destinado à contratação de energia elétrica de novos empreendimentos de geração de energia elétrica de fontes hidrelétrica, eólica, solar fotovoltaica e termelétrica a biomassa, com início de suprimento em janeiro de 2022.

A diretoria da Aneel também determinou a apuração da responsabilidade das distribuidoras Celpa (PA), Eletroacre (AC) e  Energisa Mato Grosso do Sul, para aplicação de eventuais penalidades por inadimplência com encargos setoriais. As três empresas  compraram energia no certame.

Segundo a Aneel, ainda está pendente a documentação de seis empreendimentos pertencentes a cinco vendedores. O A-4 foi realizado no dia 4 de abril e negociou 298,7 MW médios de energia ao preço médio de venda de R$ 124,75 por MWh e deságio médio de 59,07%.