State Grid adianta em dois anos operação de LT de 275 km no MT

Obras da LT Paranatinga-Canarana duraram 14 meses e consumiram R$ 300 milhões em investimentos

A Linha de Transmissão Paranatinga-Canarana entrou em operação comercial no último dia 3 no Mato Grosso com dois anos e 25 dias de antecedência do prazo da Aneel. A LT, que é de propriedade da State Grid, opera na tensão 230 kV e possui 275 Km de extensão, ligando a subestação de Paranatinga, localizada ao Norte Mato-Grossense, à subestação Canarana, situada ao Nordeste do estado, integrando pela primeira vez o Nordeste do Mato Grosso ao Sistema Interligado Nacional.

Com um aporte total de R$ 300 milhões, a LT passa por cinco municípios: Paranatinga, Gaúcha do Norte, Campinápolis, Água Boa e Canarana. A inserção da linha ao SIN evita a necessidade de geração térmica para atendimento aos consumidores da região, trazendo maior confiabilidade ao sistema elétrico brasileiro e beneficiando a economia local.

A execução das obras aconteceu em 14 meses e em conformidade com as Normas Regulamentares de Segurança do Trabalho, não havendo qualquer ocorrência de acidentes de trabalho na LT ou subestações, que contaram com cerca de mil trabalhadores no pico da obra.