MME enquadra PCH São Carlos como produtor independente

Obras vão até 2021 e irão requerer cerca de R$ 69,1 milhões em recursos. Ministério também enquadrou térmica em Minas Gerais

O Ministério de Minas e Energia confirmou a operação como produtor independente de energia de um projeto relativo a pequena central hidrelétrica denominada São Carlos, situada em Santa Catarina. A PCH, que também foi definida pelo MME como projeto prioritário e enquadrada junto ao Reidi, é de posse da São Carlos Energia Ltda e possui 15,2 MW de capacidade instalada, com período de execução das obras indo de 15 de março de 2020 até o final de 2021. O empreendimento irá demandar cerca de R$ 69,1 milhões, sem contar a incidência de impostos.

Nos mesmos moldes, o Ministério também definiu a UTE Vale do Pontal 2, localizada em Minas Gerais e com 25 MW de capacidade. O cronograma previsto para as obras vai de 1º de maio de 2021 até novembro de 2022, demandando aproximadamente R$ 154,3 milhões em investimentos, sem contar as taxas.