Previsão de carga é reduzida para 1,6% em 2018

Taxa média anual de crescimento da carga entre 2018 e 2022 está prevista em 3,4% a.a

A atual projeção do desempenho da carga nacional de energia elétrica aponta para um crescimento de 1,6% em 2018 e 2,7% em 2019. Essas foram as únicas mudanças trazidas na 2ª Revisão de Carga em relação ao documento anterior, elaborado em parceria entre o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Segundo o documento disponibilizado nesta segunda-feira, 30 de julho, impactaram negativamente no desempenho da carga de 2018: redução das projeções de crescimento do PIB; greve dos caminhoneiros; situação fiscal do país; e disputa eleitoral.

A taxa média anual de crescimento da carga entre 2018 e 2022 está prevista em 3,4% a.a. e a redução em relação à 1ª Revisão Quadrimestral, utilizada a partir do PMO de maio de 2018, foi da ordem de 1.100 MW médio.