EDP realizou 60 mil inspeções contra furto de energia em SP durante o 1º semestre

Fiscalizações resultaram em volume recuperado equivalente ao abastecimento mensal de um município com mais de 81 mil habitantes

Durante os primeiros seis meses do ano, a EDP São Paulo empreendeu uma forte fiscalização contra irregularidades na rede elétrica de sua área de concessão. As equipes técnicas de campo da concessionária realizaram cerca de 60 mil inspeções, o que resultou na recuperação de mais de 22 mil MWh, volume suficiente para abastecer um município com 81 mil habitantes, como Cruzeiro (SP), por um mês.

Visando o combate às fraudes, as inspeções da EDP são realizadas diariamente em residências, estabelecimentos comerciais e indústrias de toda a área de concessão. “As tecnologias dos fraudadores se aprimoram ano a ano, mas também investimos em ferramentas e sistemas de última geração, além de capacitar seus colaboradores para investigar possíveis manipulações nos medidores ou qualquer anormalidade”, destacou Luciano Cavalcante, gestor executivo da EDP.

Além das incursões em campo, a empresa consegue identificar inconsistências no sistema de medição a partir de uma central de monitoramento remoto, a qual avisa caso haja suspeita de irregularidade. “O objetivo das ações contra o furto é prevenir acidentes por conta das ligações precárias, que não observam os padrões e normas técnicas, além de garantir a qualidade e continuidade do serviço aos clientes que pagam suas contas em dia,” finalizou Cavalcante.

Vale ressaltar que o Artigo 155 do Código Penal Brasileiro prevê que o furto de energia é crime e passível de multa e prisão de um a quatro anos para o infrator. E conforme a regra da Resolução da Aneel, após o flagrante, é realizada a cobrança de todo o valor não faturado durante o período do furto, além de custos administrativos.

No intuito de coibir cada vez mais a prática, a EDP pede que a população contribua, denunciando as ligações irregulares através dos canais de atendimento aos consumidores: site, aplicativo EDP Online, agências de atendimento ou pela Central de Atendimento ao Cliente. De acordo com a companhia, o sigilo da denúncia é total e a inspeção realizada com a máxima urgência.