CPFL Renováveis reduz prejuízo para R$ 36,540 milhões no 2º trimestre

Receita líquida do trimestre ficou em R$ 415 milhões no período

A CPFL Renováveis conseguiu reduzir em 49,1% o prejuízo do segundo trimestre para R$ 36,540 milhões na comparação com o mesmo período anterior. No primeiro semestre, a empresa acumula perda de R$ 109,061 milhões, o que significa uma redução de 13,7% em relação ao resultado negativo de 2017.

A receita líquida do trimestre ficou em R$ 415 milhões, com leve alta de 0,7%; acumulando assim no semestre, R$ 798,584 milhões (+2%). O ebtida da empresa cresceu 14,7% no segundo trimestre para R$ 255,758 milhões. Nos seis primeiros meses do ano, o ebtida chegou a R$ 483,545 milhões, com alta de 5,2%.

A geração de energia no trimestre teve queda de 4,4%, com 1.461,0 GWh. Segundo a companhia, a variação deve-se principalmente à menor incidência de ventos no Ceará, no Rio Grande do Norte e no Rio Grande do Sul, parcialmente compensada pela entrada em operação do Complexo Eólico Pedra Cheirosa, em junho de 2017.