Energia influencia alta de 0,33% no IPCA de julho

Bandeira tarifária e reajustes regionais impactaram a inflação de 1,54% no grupo habitação, a maior do mês

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo fechou julho com variação de 0,33%, ficando bem baixo da taxa de 1,26% registrada em junho, segundo o IBGE divulgou esta semana. O acumulado no ano ficou em 2,94%, acima do 1,43% registrado em igual período do ano passado. Nos últimos 12 meses ficou em 4,48%, acima dos 4,39% dos 12 meses imediatamente anteriores. Em julho de 2017, a taxa atingiu 0,24%.

Com inflação de 1,54%, o grupo habitação, apesar de uma desaceleração em relação a junho, foi responsável pelo maior impacto do mês, influenciado principalmente pela energia elétrica, que apresentou variação de 5,33%, contra 7,93% registrada em junho. Além da continuidade da vigência da bandeira tarifária vermelha patamar 2, com a cobrança adicional de R$0,05 por kwh consumido, algumas das áreas tiveram reajustes na tarifa.