Consumo consolidado do Grupo Energisa cresce 5,9% em julho

Resultado é o melhor desde 2013. Todas as distribuidoras do grupo aumentaram consumo

O consumo consolidado de 2.451,3 GWh de energia nos mercados cativo e livre em julho deste ano no Grupo Energisa teve a maior taxa de crescimento desde 2013, com 5,9%. Todas as distribuidoras do grupo aumentaram o consumo. Considerando o fornecimento não faturado, o consumo consolidado do grupo teve aumento de 7%, ficando em 2.432,8 GWh. No mercado livre, o consumo consolidado, com 459 GWh cresceu 13,1% no mês e o consumo consolidado cativo, de 1.992,0 GWh, aumentou 4,4%, segundo melhor desempenho do ano.

De acordo com a Energisa, as distribuidoras do Mato Grosso, Sul Sudeste e Tocantins tiveram os melhores aumentos de consumos cativo e livre, com respectivamente 8,4%, 6,8% e 6,7%, respectivamente. O aumento veio no embalo da subida na classe comercial, que aumentou 7,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O segmento industrial cresceu 6,1%, tendo o terceiro melhor resultado do ano, com destaque para o aumento de 16,7% na Energisa Tocantins, de 14,2% na Mato Grosso do Sul e de 8,2% na Energisa Borborema.

Em sete meses, o consumo no mercado cativo e livre do grupo aumentou 3,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, ficando em 17.576,0 GWh. Caso fosse considerado o fornecimento não faturado, o volume passa para 17.405,4 GWh, o que significa um aumento de 3,2%. No ACL, foi registrado crescimento de 11,8% no consumo. No cativo, houve aumento de 1,8% nos primeiros sete meses de 2018.