EDP Renováveis vai construir projeto solar de 199 MW em SP

Empresa assegurou contrato privado de 15 anos. Empreendimento deve entrar em operação em 2022

A EDP Renováveis anunciou nesta quinta-feira, 20 de setembro, que assegurou um contrato privado de 15 anos para a venda de energia do parque solar fotovoltaico Pereira Barreto. Nos termos acordados o contrato entrará em vigor no início de 2022. O projeto, localizado no estado de São Paulo, tem uma capacidade instalada de 199 MW.

Esse é primeiro projeto solar da empresa no país. Em comunicado ao mercado divulgado na Espanha, a empresa afirma que o contrato reforça e diversifica a presença no mercado com baixo perfil de risco, através do estabelecimento de contratos de longo prazo, com recursos renováveis atrativos e fortes perspectivas para o setor a médio e longo prazo.

No Brasil, considerando o novo contrato, a EDP Renováveis tem atualmente cerca de 1 GW de projetos em construção e desenvolvimento, com início de operação até 2024. O CEO do grupo EDP, António Mexia, afirmou que o contrato é mais uma prova da importância do Brasil para a estratégia da EDP Renováveis e do grupo no panorama mundial. Ele disse ainda que a entrada no mercado solar é uma aposta na diversificação de tecnologias.

“O Brasil é um mercado prioritário, que nos está a dar boas oportunidades de crescimento”, afirma Mexia, em nota ao mercado.