Nicola Cotugno será o novo Country Manager da Enel no Brasil

Novo chefe vem da Enel Chile e substitui Carlo Zorzoli, que levou empresa à liderança na distribuição e na geração renovável

A Enel anunciou nesta terça-feira, 2 de outubro, que Nicola Cotugno será o novo Country Manager da Enel no Brasil a partir de 31 de outubro. Ele entra no lugar de Carlo Zorzoli, que esteve à frente da Enel Brasil desde abril de 2016. Zorzoli voltará à Itália para ser o Responsável Global de Desenvolvimento de Negócios na Enel Green Power.

Cotugno foi CEO da Slovenské elektrárne (Eslováquia), onde também atuou como Chefe de Operações e responsável pela área de Geração e Gestão de Energia. Entre 2000 e 2007, ocupou vários cargos em Gestão de Energia e Geração na Enel na Itália e na Espanha e ocupava o mesmo cargo que terá por aqui na subsidiária do  Chile. O executivo da Enel no Brasil é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Sapienza de Roma e tem especialização em Negócios pelo INSEAD, da França.

Em comunicado à imprensa, a Enel ressalta o crescimento da empresa no mercado brasileiro. Na gestão de Zorzoli, a Enel se tornou a maior empresa de energia do país, após a acirrada compra da Eletropaulo em 2018 e da Enel Distribuição Goiás em 2017.

Cotugno assume Enel no Brasil a partir de 31 de outubro

O número de clientes da Enel no país hoje chega a 17 milhões, partindo dos 7 milhões anteriores, o que a torna a maior empresa de distribuição no Brasil em número de clientes. Ainda segundo o comunicado, o papel de Zorzoli também foi fundamental para impulsionar o crescimento das energias renováveis. A Enel Green Power aumentou sua capacidade hídrica com a conquista da concessão da usina hidrelétrica de Volta Grande (MG) e com o início da operação do complexo Apiacás (MT). Em 2017, a Enel Green Power também se tornou a maior geradora de energia solar e eólica do país em capacidade instalada e portfólio de projetos.

A Enel tem uma capacidade instalada total de cerca de 2,9 GW no Brasil, dos quais 842 MW de energia eólica, 819 MW de energia solar e 1.270 MW de energia hidrelétrica. Além disso, a Enel Green Power também tem mais de 1 GW de projetos em execução, conquistados em leilões de 2017.

Em comunicado, a Eletropaulo informou que o atual CEO, Charles Lenzi, continuará à frente da distribuidora paulistana até que nova deliberação seja tomada pelo conselho, uma vez que Zorzoli era o indicado para assumir o cargo na empresa.

 

Nota da redação: notícia alterada às 11h31 para a inclusão de informações referentes à Eletropaulo.