CEEE-GT aprova leilão para venda de R$ 1 bilhão em participações minoritárias

Estatal gaúcha vai vender participações em UHEs e LTs

O Conselho de Administração da CEEE-GT aprovou Plano de Desinvestimento em seis ativos nos quais a estatal gaúcha tem participação minoritária. A lista é composta pelas Sociedades de Propósito Específico Companhia Energética Rio das Antas, Chapecoense Geração S/A, Campos Novos Energia, Fronteira Oeste Transmissora de Energia, Transmissora Sul Litorânea de Energia e Empresa de Transmissão Alto Uruguai. A soma das participações devem render em leilão no mínimo cerca de R$ 992,2 milhões. De acordo coma empresa, a venda faz parte da estratégia de potencializar o foco nos investimentos que dizem respeito aos contratos de concessão nativos da CEEE-GT. Os acordos de acionistas serão usados para preferência na compra.

Dentre os ativos em questão, o que deve gerar maior recita com a venda é a participação de 30% na Companhia Energética Rio das Antas, que foi avaliada em R$ 301,8 milhões. A Ceran opera as UHEs Monte Claro, Castro Alves e 14 de Julho, no Rio Grande do Sul. A segunda participação de maior valor são os 9% na Chapecoense Geração, da UHE Foz do Chapecó, que valem R$ 282,9 milhões. Os 49% que a CEEE-GT possui na Transmissora Sul Litorânea de Energia foram avaliados em R$ 198,1 milhões. A participação de 6,5% na Campos Novos Energia, que opera a UHE Campos Novos, vale R$ 141,7 milhões. A venda dos 49% na Fronteira Oeste Transmissora de Energia deve render no mínimo R$ 52,1 milhões, enquanto os 10% na Empresa de Transmissão Alto Uruguai foram avaliados em R$ 15,1 milhões.

A venda deverá ser feita em lotes individuais. O edital ainda vai ser publicado e o leilão deverá ser realizado na B3, mas as informações econômicas já se encontram disponíveis no site de Relações com Investidores da CEEE-GT.