Light define remuneração da 15ª emissão de debêntures

Após o procedimento de coleta de intenções de investimento, operação apresentou excesso de demanda superior a 1/3 dos títulos inicialmente ofertados

A Light, distribuidora de energia elétrica do estado do Rio de Janeiro, divulgou nesta sexta-feira, 5 de outubro, as taxas de juros da sua 15º emissão de debêntures simples, cujo objetivo inicial é captar R$ 700 milhões no mercado de dívidas.

A operação será feita em duas séries, sendo a primeira de 540 mil títulos e a segunda de 160 mil títulos. Cada papel tem valor nominal de R$ 1 mil. A primeira série terá juros prefixados de 6,8279% ao ano, com vencimento em 2025. A segunda série terá remuneração de 100% do CDI, com vencimento em 2022.

Segundo a Light, foi verificado excesso de demanda superior a 1/3 das debêntures inicialmente ofertadas. A operação é coordenada pela XP Investimentos, com apoio dos bancos Itaú BBA, Banco do Brasil e Banco Santander.

Os recursos serão utilizados para realizar investimentos na área de concessão e reforçar a estratégia de alongamento do perfil de sua dívida da empresa. A agência de classificação de risco S&P atribuiu rating ‘brAA+’ na escala nacional à operação.