Cemig GT ultrapassa limite de investimento previsto em linha de bonds

Empresa fez mútuo para a distribuidora do grupo no valor de R$ 630 milhões

A Cemig GT informou nesta quarta-feira, 10 de outubro, que ultrapassou, de forma excepcional e momentânea, a franquia de montante de investimentos passíveis de serem efetuados pela empresa, dentro da cláusula de limitações de pagamentos restritos prevista na emissão de bons, no valor de US$ 1,5 bilhão, com vencimento em 05 de dezembro de 2024. A ultrapassagem ocorreu em decorrência de uma operação de mútuo concedido para a distribuidora do grupo no valor de R$ 630 milhões.

O montante será pago em duas parcelas nos meses de novembro e dezembro, sendo que o primeiro pagamento deverá resultar no reenquadramento das condições previstas na cláusula. “Assim que efetuado o pagamento, a Cemig GT utilizará os recursos para pré-pagar dívidas existentes, acelerando o processo de desalavancagem em curso”, afirmou a empresa em comunicado ao mercado.

A Cemig GT utilizou recursos disponíveis oriundos da indenização dos ativos não amortizados ou não depreciados relativos as hidrelétricas São Simão e Miranda, de R$ 1,14 bilhão, recebida no fim de agosto. A empresa afirmou ainda que “todos os demais covenants permanecem em conformidade, em especial, a relação Dívida Líquida/Lajida”.