ESBR inaugura Centro de Ciência e Tecnologia em Rondônia

CCT vai atuar como extensão de colégio com maior Ideb do estado

Foi inaugurado na última terça-feira, 6 de novembro, o Centro de Ciência e Tecnologia de Nova Mutum Paraná, em Porto Velho (RO). Implantado pela Energia Sustentável do Brasil, que opera a UHE Jirau (RO – 3.750 MW), o centro vai funcionar como uma extensão do Colégio Tiradentes da Polícia Militar II, em Jaci Paraná. As atividades do CCT, que receberam investimentos de cerca de R$ 2 milhões subsidiados com recursos do subcrédito social do BNDES, começaram no início do mês, com um curso de formação inicial de desenvolvedor de robôs, oferecido pelo Instituto Federal de Rondônia. De acordo com Victor Paranhos, presidente da ESBR, o centro de tecnologia vai conectar os estudantes no mundo e aumentar a qualidade de vida e educação no estado. “Não teremos engenheiros aqui, teremos pessoas que estão no mundo e sabem do mundo. Não tenho dúvida que daqui teremos grandes cientistas e grandes ideias”, afirma.

No CCT, os alunos têm aula duas vezes na semana no contraturno do ensino convencional. Eles também terão aulas complementares de temas como ética, comunicação e meio ambiente, oferecidas por profissionais voluntários da ESBR. O CTPM II é o colégio de melhor índice de desenvolvimento de educação básica no estado. Segundo o diretor do colégio, capitão Paulo Antunes da Silva, o centro vai permitir que o potencial dos alunos seja alcançado na plenitude. “Daqui sairão cientistas, engenheiros e empreendedores que trarão o desenvolvimento para essa região”, declarou. O diretor contou ainda que não há nada parecido com o CCT no estado e que a meta é manter o colégio no topo do Ideb.

O início do funcionamento do CCT está servindo a 80 alunos, selecionados pelo próprio colégio por critérios de nota. Em uma área de 1.800 metros quadrados são oferecidos biblioteca, laboratórios, lousa interativa e internet de alta velocidade de modo que estudantes do ensino fundamental e médio desenvolvam projetos de iniciação científica e tecnológica. O logotipo do CCT foi escolhido por meio de concurso entre os próprios alunos, em que o vencedor foi a união de dois desenhos que ficaram empatados em primeiro lugar.

Autoridades na inauguração do CCT: logomarca (ao alto no painel) foi criada por alunos

O diretor administrativo da ESBR, Júlio Freitas, ressaltou que o CCT coloca a região em um novo patamar de desenvolvimento e que a educação é um dos pilares de sustentabilidade da empresa. Na cerimônia, o prefeito da capital Porto Velho, cidade onde estão localizados os distritos de Nova Mutum Paraná e Jaci Paraná, Hildon Chaves, frisou que o CCT não fazia parte de nenhum tipo de compensação ambiental ou social da ESBR, considerando-o um presente para a região.

*O repórter viajou a convite da ESBR