MME libera comercializadora a importar energia da Argentina e do Uruguai

Segundo a decisão do governo, operação para a FDR Energia tem vigência entre janeiro de 2019 até dezembro de 2022

O Ministério de Minas e Energia confirmou que a FDR Comercializadora de Energia está autorizada para importação temporária de energia elétrica da Argentina e do Uruguai, com o prazo de operação devendo ser realizado entre janeiro de 2019 até 31 de dezembro de 2022. Segundo os critérios utilizados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico, a medida não deverá afetar a segurança energética do Sistema Interligado Nacional.

A importação de eletricidade da Argentina será feita pelas Estações Conversoras de Garabi I e II, em Garruchos (RS), com até 2.200 MW previstos, e no Uruguai pelas Conversoras de Rivera, até 70 MW, e Melo, até 500 MW, ambos na fronteira entre os municípios de Riveira (URU) e Santana do Livramento (RS). As informações acima foram publicadas na edição da última sexta-feira, 16 de novembro de 2018 do Diário Oficial da União, através da portaria nº 472 do MME.