Traders de energia arrecadam R$ 1,3 mi para financiar educação de crianças carentes

Almoço beneficente contou com a participação de 308 agentes de 92 empresas do setor elétrico

Traders de energia estiveram reunidos na última quinta-feira, 6 de dezembro, para um almoço beneficente com objetivo de arrecadar recursos em prol do Instituto Energia do Saber, entidade mantenedora do Colégio Plenitude, localizado na Vila Nhocuné, uma das comunidades mais carentes de São Paulo. O evento foi um sucesso de público e arrecadação. Participaram do almoço 308 traders de 92 empresas. Foram arrecadados R$ 1,3 milhão. Essa foi a 11ª edição do evento.

O Colégio Plenitude conta com 168 alunos matriculados entre o 1° e o 9° ano do ensino fundamental. Desses, 123 já foram adotados por traders e empresas de comercialização de energia ao longo dos últimos sete anos de existência. Os alunos têm toda a parte pedagógica cedida gratuitamente pelo Colégio Mater Dei, um dos colégios mais conceituados de São Paulo. Os traders de energia, através do Instituto Energia do Saber, são responsáveis pelo apoio financeiro e administração do colégio.

“O colégio é totalmente gratuito, não há nenhum custo financeiro para os alunos ou pais. As crianças recebem cinco refeições diárias e um ensino de alta qualidade”, disse Claudio Monteiro, vice-presidente do Conselho da Matrix Energia.

O Conselho e a diretoria do Instituto são formados por sócios das comercializadoras Matrix Energia, Ecom Energia, Capitale Energia, Delta Energia, Comerc Energia e Diferencial Energia, além de outros profissionais ligados à área de comercialização. “Trabalhamos voluntariamente, usando toda nossa expertise como administradores em prol dessas crianças”, disse Monteiro.

O almoço beneficente contou com o depoimento do deputado Estadual Daniel José (Novo-SP), eleito com 183,4 mil votos neste ano. O parlamentar é de origem carente e teve todo seu ensino financiado pela Fundação Estudar, do economista Jorge Paulo Lemann. “Ele fez um testemunho de vida falando da importância de ter um suporte financeiro para que ele saísse do ensino público de Bragança Paulista e fosse parar na Universidade de Yale”, disse Monteiro, destacando que a principal bandeira do parlamentar é o ensino de qualidade para todas as classes sociais.

O almoço deste ano também foi celebrado de forma especial por outro motivo. A aluna do Colégio Plenitude Yasmim Ferreira foi aprovada em um processo seletivo da Fundação Ismart. Ela foi um dos 20 alunos aprovados, de um universo de 5 mil inscritos. Com apenas 12 anos, Yasmim terá todo seu ensino médio e universidade financiados pela Fundação Ismart. “Ela vai estudar no Colégio Bandeirantes, considerado o melhor de São Paulo e um dos três melhores do Brasil”, comemorou Monteiro.

O Colégio Plenitude abre 25 vagas por ano e existe uma fila de espera de 300 crianças. O próximo passo é abrir turmas de ensino médio do 1º ao 3º ano, preparando os jovens para ingressar ou na universidade, ou no mercado de trabalho. Para mais informações ou contribuir com o Instituto Energia do Saber, entre em contato pelos e-mails: fin@ienergiadosaber.com.br ou adm@ienergiadosaber.com.br.