Canadian conclui a venda de Pirapora à Ômega

Geradora adquiriu 20% da empresa chinesa e mas 30% da EDF com quem divide igualitariamente o capital da usina localizada em Minas Gerais

A Canadian Solar concluiu a venda de seus 20% participação no complexo solar de Pirapora, no Brasil, que possui 399 MWp de capacidade instalada para a Ômega Geração. A empresa já tinha vendido anteriormente 80% de participação no portfólio para a EDF Renewables quando a construção da planta foi encerrada.
Segundo a empresa esta transação reflete a estratégia de desenvolvimento de projetos da empresa no Brasil. Incluindo a venda dos projetos de 81 MWp da Guimarania em abril deste ano. Ate agora a empresa desenvolveu e vendeu 480 MWp de projetos solares no país e tem um pipeline remanescente de 476 MWp com PPAs dos leilões.
O complexo solar de Pirapora, localizado no estado de Minas Gerais, é composto por três usinas de energia solar. Os 191,5 MWp Pirapora I, 115 MWp Pirapora II e 92,5 MWp Pirapora III que entraram em operação comercial em novembro de 2017, junho de 2018 e dezembro de 2017, respectivamente. O complexo solar é alimentado por aproximadamente 1.235.000 módulos fabricados na unidade da Canadian no município de Sorocaba (SP).
O valor entre as partes não foi revelado, mas a Ômega informou no inicio de dezembro que o montante pago por 50% do complexo, sendo os 20% da Canadian e 30% adicionais da EDF foi de R$ 1,1 bilhão, sendo R$ 456 milhões pagos em dinheiro e R$ 644 milhões em assunção de endividamento. Com a conclusão da Transação, a Ômega e a EDF Renewables do Brasil passarão a deter, cada uma, 50% do capital do Complexo Pirapora.